Amélia ficou sépia…

 

Samba, mulheres, futebol, caipirinha e ...maracas(?) compõe o Brazil.

Samba, mulheres, futebol, caipirinha e ...maracas(?) compõe o Brazil.

Assisti nesse feriado o tão esperado episódio que a linda Tyra Banks contaria para as meninas da décima segunda edição do America’s Next Top Model que elas viriam para o Brasil.

Bem, como sempre teve uma firulinha antes de se falar qual o país: nessa fírula chegou um português semi-nu, isso mesmo, um português de portugal com um mega suuuuper sotaque e tudo e tal. Ok, aí ele carrega consigo uma caixa de castanhas-do-pará (Brazil’s Nuts) que são, como ele diz, um precente do mu pís”. Aí ela descobre que é o Brazil conta pras meninas, para os jurados tirarem maracas, não sabe o que é joga no google, para chacoalhar de um lado para o outro com chapéu de frutas na cabeça.

Bem, a trilha de fundo é óbvia: samba. De Brasil mesmo só a bandeira na mão da lindíssima Paulina Porizkova.

Temos que nos revoltar contra essa visão de Brazil, a culpa não é da Tyra, do programa, de ninguém a não ser nossa. As fotos dessa semana são vestidas de Carmen Miranda na favela, alguém quer essa visão como visão de nosso país? Não.

Temos que ver o que estamos exportando culturalmente e perceber porque eles têm essa visão de nosso país, enquanto só vendermos nossas favelas, nosso carnaval e nossa tristeza, esse será o Brazil, diferente do nosso Brasil, de verdade de todo dia, onde ninguém sai com maraca na rua, nem fala português com sotaque de Portugal.

Vamos exportar filmes de ação, de romance, de suspense em nossas metrópoles, em belos cenários, não é 100% do nosso país isso, mas é uma parte. Você não sai de casa falando seus defeitos, sai tentando exaltar suas qualidades, faça isso com seu país, com s, com z, com ou sem maracas.

abril 21, 2009. Tags: , , , , , , , . Assistindo, Série, Seriado, TV. 8 comentários.